domingo, 5 de setembro de 2010

Correspondência de Jayme Griz para Miguel Jassely


A correspondência entre o poeta Jayme Griz e o teatrólogo e professor Miguel Jassely, em novembro de 1932, guarda duas informações preciosas: primeiro, a doação da biblioteca de Fernando Griz ao Club Literário de Palmares; segundo, a tentativa de rearticular o Club, que, naquele momento, completava cinquenta anos.

O filho, Jayme Griz, enviou pelo malote ferroviário os livros que pertenciam ao pai, Fernando Griz, um dos antigos sócios do Club Literário. Os livros enviados ao cuidado de Miguel Jassely, principal responsável pela tentativa de retormar o Club em 1932, deveriam figurar no acervo da biblioteca do Club. Biblioteca fundada em 1882.

O teor da carta foi publicado no jornal A Notícia e, até as enchentes de 2010, uma estante com o nome de Fernando Griz guardava os tais livros. Obras raras da Biblioteca Municipal Fenelon Barreto, destruídas pela grande inundação de junho último. O original dessa correspondência encontra-se na Fundação Joaquim Nabuco (Recife), fazendo parte do arquivo pessoal de Jayme Griz, que reúne documentos, correspondências e fotos do poeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário